27 de abr de 2014

O Alzirão, maior precursor da "Fan Fest" na cidade, é dificultado pela FIFA

Panorama do Alzirão durante a Copa de 2010 (Foto: Zulmair Rocha/UOL)

Quem mora no Rio com certeza deve saber que, de quatro em quatro anos, a esquina das ruas Conde de Bonfim e Alzira Brandão, aqui na Tijuca, é interditada para dar espaço ao Alzirão, a maior festa de rua da cidade em épocas de Copa do Mundo.

O evento, que chegou a congregar um número que beirou o de 40 mil pessoas na Copa de 2006, teve início em 1978 quando um grupo de quatro amigos resolveu pôr uma TV de 20 polegadas no meio da rua para assistirem juntos à Copa daquele ano, na Argentina. Em 82, o mesmo grupo se reuniu novamente para pintar a via e decorá-la com motivos patrióticos. Ao longo dos anos, tal reunião só foi crescendo até tornar-se um grande evento, chegando a ter patrocinadores e tudo, sob a simpática alcunha de Alzirão.

Reprodução de O GLOBO (27/04/14)
O Alzirão é o maior precursor do modelo de Fan Fest (nome em inglês metido à besta para festa de rua) que a FIFA, a multinacional do futebol, pretende bancar nas cidades brasileiras que sediarão as partidas. A diferença é que, em tempos de tanta importância turística aqui no Rio, o tradicional Alzirão parece não ter tido muito apelo midiático para que a festa tijucana fosse a oficial da cidade, que, por sua vez, será realizada na praia de Copacabana. Local mais estratégico - na ótica do turista, como a da FIFA -, não há.

Por outro lado, isso não impede em nada que o Alzirão aconteça em 2014, mas a festa pode ser, sim, dificultada. Segundo as colunas do jornalista Ancelmo Góis (O GLOBO, 24/04 e 26/04/14) e Gente Boa (O GLOBO, 27/04/14), o Alzirão estaria impedido de ocorrer à revelia da FIFA a não ser que os seus organizadores pagassem um tal de óbolo, um "pequeno" donativo, no valor de R$ 28 mil à multinacional do futebol por direitos autorais. Como a FIFA se diz detentora dos nomes "Copa 2014" e "Brasil 2014", o Alzirão também não poderá fazer menção alguma destes termos durante o evento.

Mesmo diante do absurdo quanto à imposição da FIFA sobre as festas genuinamente cariocas, os organizadores do Alzirão, em entrevista à repórter Carolina Oliveira Castro de O GLOBO, "descartaram a possibilidade de o evento não acontecer e dizem que, se for preciso, vão pagar para realizar a festa". Contudo, o nosso alcaide Eduardo Paes já avisou que "não há hipótese alguma de a FIFA cobrar taxa para o Alzirão funcionar". Menos mal, mas que é inacreditável a interferência, isso não podemos negar.

Que venha, então, o Alzirão, a festa que terá o caráter mais popular de todas em meio a essa Copa de negócios e de transações internacionais...

Um comentário:

ASSOCIAÇÃO RECREATIVA E CULTURAL TURMA DO ALZIRÃO disse...


ASSOCIAÇÃO RECREATIVA E CULTURAL TURMA DO ALZIRÃO

Agradecemos o apoio do Blog “O Passeador”, tão TIJUCANO quanto o nosso ALZIRÃO. Contamos com seu apoio e participação que são de suma importância para o sucesso de nosso evento. Segue nossos contatos.


Guilherme Guazzelli
alzirao@alzirao.com.br
www.alzirao.com.br
21 7812.4877 Nextel 55*46*859
WhatsApp +55 21 78124877

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...