13 de mai de 2014

Novidades na Saens Peña

O novo relógio digital da praça: mais ações publicitárias
Eis que a Praça Saens Peña começa a respirar novas ares. Enquanto os projetos de renovação urbana desenvolvidos pelos alunos da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFRJ (FAU/UFRJ) não ficam prontos (relembre aqui o caso), a praça vem ganhando um certo frescor que promete ser o esboço de uma nova fase para a Tijuca, tanto no lado comercial como no de aparatos urbanísticos.

O ineditismo da conversa é que, após a inauguração incessante de tantas farmácias e óticas nestes arredores, a calçada que margeia o Shopping 45 foi contemplada recentemente por uma filial da Mr. Cat, cujo carro-chefe são os sapatos tanto masculinos como femininos, além de acessórios de couro. A marca, presente igualmente no Shopping Tijuca, parece que chegou para contribuir com a diversificação do mix de negócios da Saens Peña, atualmente muito homogeneizado a favor do comércio doméstico. Se a loja vingar, essa seria a prova de que o comércio de rua na Tijuca ainda tem fôlego para congregar outros perfis comerciais que valorizem e estimulem a fruição do espaço urbano pelo consumidor e, sobretudo, pelo pedestre.

No que se refere à organização espacial da praça, o que tem chamado a atenção por lá é o seu novo relógio na esquina da Conde de Bonfim com a General Roca. Mobiliário urbano da Prefeitura, o relógio, agora, é digital, o que provavelmente tem facilitado a ação publicitária. Antigamente, estes contemplavam uma única propaganda de papel removida de tempos e tempos conforme a renovação do contrato entre a marca e os órgãos públicos competentes. Com o novo modelo, é possível variar uma série de propagandas que vão e vêm a cada série de segundos. C&A, Bradesco e Mizuno são umas das marcas que têm dividido espaço com os dados sobre a hora e a temperatura local. Modelo idêntico foi implantado no cruzamento da Conde de Bonfim com a Uruguai.

A vitrine da nova Mr. Cat na Saens Peña: diversificação do perfil comercial no comércio de rua tijucano.

Intervenções poéticas
Além da nova sinalização da estação Saens Peña do metrô, agora com fundo preto, obedecendo ao novo padrão aplicado pelo Metrô Rio em toda sua rede, os arredores da praça têm ganhado intervenções poéticas com frases bastante espirituosas. Mensagens como "só vim te ver pra lembrar quem sou" ou "ME LIGA EM CASA QUE EU TÔ NA RUA", que lembram a técnica artística de serigrafia, estampam não só os respiradouros do metrô, assim como os tapumes do novo Rabicho da Tijuca. Interditado desde meados dos anos 2000, o estacionamento subterrâneo está prestes a ser reativado graças à estação Uruguai do metrô, que utilizou parte do terreno do antigo Rabicho para a expansão dos seus trilhos.

Por fim, é capaz de que, muito em breve, a Praça Saens Peña receba a exposição dos projetos que estão sendo criados pelos estudantes de arquitetura e urbanismo da UFRJ. O trabalho, parte de uma disciplina acadêmica, tem utilizado a praça mais renomada da Tijuca como objeto de análise para se discutir de que modo o local poderia ser requalificado em termos urbanísticos a favor do pedestre e da dinamicidade comercial que sempre foi tão peculiar à Saens Peña. O passo-a-passo do Atelier Integrado II, comandado pelos professores Victor Andrade, Sônia Hilf, Naylor Vilas Boas e Ivete Farah, já está na rede e pode ser conferido no site oficial da turma, aqui neste endereço: http://ai2atelierc.wix.com/ufrj#!home/mainPage.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...