21 de jan de 2016

Linha 413 vira 213 ao ser limada das ruas da Zona Sul

Linha 413: lataria dos anos 1990 é recordada com nostalgia

Na segunda etapa da operação que tem reorganizado os ônibus que circulam na Zona Sul do Rio, acabou sobrando para a nossa linha 413 (Muda-Jardim de Alah). Com a implantação das “troncais”, como estão sendo chamadas as novas linhas que ligam a Zona Sul ao Centro, a Prefeitura seccionou o itinerário de três linhas que saíam da Zona Norte. O objetivo é o de conferir maior "racionalização" ao sistema de ônibus carioca.

Desde a semana passada, a linha 413, uma das afetadas, circula apenas entre a Muda e o Castelo, no Centro, onde o passageiro é obrigado a fazer baldeação caso deseje seguir até o Jardim de Alah. A mudança impactou até mesmo a numeração da linha, que passa a ser atendida, de agora em diante, por 213.

Operada pela Auto Viação Alpha, a linha 413 era uma das mais tradicionais da Tijuca. Originalmente, circulava apenas entre a Muda e Copacabana, tendo seu itinerário estendido até a entrada do Leblon por volta de 2010. Com a reorganização do sistema, a Linha 413, ao invés de seguir a Avenida Rio Branco rumo ao Aterro, passa a fazer o retorno na Avenida Presidente Antônio Carlos de volta à região da Muda.


Conde de Bonfim continua sem opções de ônibus via Rebouças

Muito embora o plano de racionalização das linhas de ônibus tenha mantido as linhas 415 (Leblon-Usina) e 426 (Jardim de Alah-Usina), é consenso entre os estudiosos de mobilidade urbana que se perdeu uma grande oportunidade de rever a eficiência dos itinerários afetados ao invés de simplesmente seccioná-los. Um bom exemplo disto é esta linha, a 413, cujo itinerário poderia ter sido transferido para o Túnel Rebouças.

Essa rota alternativa conseguiria oferecer uma opção inédita de coletivo que percorresse grande parte da Rua Conde de Bonfim rumo à Zona Sul via Rebouças, distância mais curta e mais eficiente do que a antiga, via Centro e Aterro do Flamengo. Atualmente, não existem ônibus que façam tal trajeto, com exceção da Linha 416, que circula apenas nos dias de semana em horário comercial, tendo como destino final o Horto do Jardim Botânico.

Além disso, é válido destacar que, aqui na Tijuca, já existem diversas linhas de ônibus que vão para o Centro, sem mencionar as quatro estações do metrô. Neste sentido, a criação da Linha 213 é redundante, sem trazer benefícios mais efetivos ao nosso bairro.

Leia mais artigos relacionados:

4 comentários:

Fábio Carvalho disse...

A preocupação da prefeitura é apenas agradar aos moradores da Zona Sul,será que ainda não se percebeu? Se fosse para racionalizar de forma ampla, convordo com suas colocações; já há ônibus demais da Tijuca para o Centro.
Outra prova de que não há qualquer preocupação com a Zona Norte: pra que 217 e 266? Poderia ser apenas uma mesma linha, desde que o 217 fosse até o Grajau, sem deixar de passar pelo Hospital do Andaraí, ou o 226 passasse pelo Hospital. É praticamente apena 1 rua a mais no trajeto.
abraços

Felipe Queiroz disse...

Concordo com as colocações da matéria, principalmente no ponto de que já existem linhas suficientes para o Centro partindo da Tijuca. Mas se fosse para racionalizar mesmo, a linha 413 tinha que ser extinta! Isso sim!
Linha comercial que NUNCA foi bem servida e que só atende um pequeno trecho da Tijuca que poderia muito bem ser atendida por um desvio de uma das várias linhas que vem do Centro para Usina sem entrar na Gal Esp. Sto. Cardoso, somente passando por José Higino, Barão de Mesquita (que nem Tijuca é, e sim Andaraí) e Uruguai (que só volta a ser Tijuca depois da Carvalho Alvim). Ainda mais que com Metrô na Uruguai o 413, ou, pior ainda 213, perdeu completamente o sentido!

PS: Morei ao lado do ponto final dessa linha duas vezes perfazendo um total de 13 anos e por várias vezes fui até a Uruguai pegar ônibus (226 e 217) por ser mais rápido (tanto no trajeto quanto no tempo de espera) do que esperar os mega espaçados horários de saída ou por simplesmente não ter ônibus no ponto final.

Jimmy Anderson disse...

Alguns ainda estão circulando com a numeração antiga (413).

Fabiane Governatori disse...

Fui pegar o 413 no centro pra tijuca ontem e fiquei esperando e nada... não sabia que havia mudado!!! nem uma informação! nenhum panfleto! nem os fiscais me disseram! só percebi algo errado, pq o app Moovit dizia que essa linha não existia!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...