Quem escreve

Este sou eu, Pedro
Meu nome é Pedro Paulo M. Bastos. Nasci em 1988.

Sou morador da Tijuca e um eterno apaixonado por tudo o que diz respeito à história e à urbanidade do bairro. Como o próprio nome deste blog já entrega, adoro passear por estas bandas. Por isso, decidi escrever O PASSEADOR TIJUCANO no início de 2014, justamente como forma de compartilhar publicamente tudo o que observo, leio e estudo sobre a Tijuca. Inclusive profissionalmente.

Sou bacharel em Administração Pública (UNIRIO, 2013) com especialização em Política e Planejamento Urbano (IPPUR/UFRJ, 2014).

Recentemente, concluí meu curso de mestrado em Planejamento Urbano e Regional (IPPUR/UFRJ, 2017), onde desenvolvi uma análise sobre as representações do espaço social/espaço físico da Tijuca em reportagens veiculadas em dois grandes jornais, O Globo e Jornal do Brasil, durante as décadas de 1960-2010.

Tijuca é Subúrbio? Ou só Zona Norte? Por que os tijucanos tendem a ser vistos como “esnobes” pelos moradores da Zona Norte e do Subúrbio? Ou “tradicionais” e “conservadores” pelos moradores da Zona Sul, no passado? O que faz da Tijuca um bairro representado como decadente? Ou metido à emergente, por outras percepções pejorativas? São muitas as opiniões públicas conferidas à Tijuca; muitas delas dissonantes. Foi isso o que me motivou a investigá-las tendo como base as ciências sociais.

No momento, estou empenhado na preparação do projeto editorial dessa pesquisa para transformá-la em livro.

No campo profissional, trabalho como pesquisador no Laboratório de Mobilidade Sustentável (LABMOB), do Programa de Pós-Graduação em Urbanismo da UFRJ. Também fui autor do blog AS RUAS DO RIO, publicado entre 2011 e 2015 no website de VEJA RIO.

Respondo neste e-mail: pelasruasdatijuca@gmail.com.

Também respondo facilmente por meio da página de O PASSEADOR TIJUCANO no Facebook.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...